Você só precisava ficar junto

Quanto tempo eu não escrevo aqui, quanto tempo. Hoje lendo blogs de outras mães, senti tanta saudades de falar de você, de nós dois. Ainda é do mesmo jeito filhote, toda vez que a mamãe pensa em escrever algo sobre você, minha garganta trava…E eu choro feliz , de tanto te amar, as minhas melhores lágrimas.

Nesse momento, você dorme aqui do ladinho, no colchão inflável do supermercado que você escolheu pra ser seu novo berço, acompanhado de um barulhinho de chuva e das batidas das tecladas da sua mae nerd-viciadaeminternet-tuiteradozinferno. Você abandonou seu berço e a sua “solidão” bebê, custou a mamãe entender que você queria o calor, a companhia e o cheiro dela 24h por dia, custou.

Se você vai ser um dependente emocional ou frustrado que não sabe lidar com perdas e decepções eu não sei pequerrucho, alguns dizem que dormir com os pais transforma um bebê em um adulto com essas características,nao creio. A única certeza que tenho no momento é que você é uma criança feliz, que não chora 3.458 vezes por três horas seguidas antes de cochilar e acordar durante todo o resto da madrugada aos gritos procurando por mim. Agora você acorda tranquilo, vira a cabecinha e me olha esticando as mãozinhas em meu rosto para que eu acorde, depois você sorri e faz o biquinho do mamar.

Pra que ter medo de um adulto frustrado que nem sei se vai existir, se posso ter um pedacinho de gente satisfeito por ter minha companhia nos momentos que ele julga necessário?? Como sua mamis era bestinha. O que importa é o nosso bem estar. Você precisa de mim para dormir bem e eu de você. Qual grande absurdo nisso, não é mesmo??

Quanto tempo isso vai durar? Não sei. Do mesmo jeito que um dia você vai ter que aprender a fazer xixi no penico, cortar a carne com a faca e lavar bem suas orelhas, você também vai perceber que esse colchão ficará pequeno pra nós dois e vai saber que eu estarei bem perto caso algo aconteça, você vai me liberar filho, eu sei que vai…

E quando chegar esse dia, acho que quem mais vai sofrer sou eu, por não ter mais esses dedinhos passeando pelo meus olhos, puxando o meu nariz as três da manhã, me chamando pra um mamar bem abracadinhos embaixo do edredon.

Seu papai concorda com tudo isso, ele tem o tempo dele e sabe o quanto isso tudo está sendo importante para o bem estar da nossa família. Afinal, o que adiantaria desobedecer a vontade de te ver feliz por causa de um berço gelado?

Anúncios

8 Comentários

Arquivado em DOCE VIDA SABOR PITANGA

8 Respostas para “Você só precisava ficar junto

  1. Como é doce ser mãe. Hoje, 8 anos e tralalá de ofício.. ainda me trava a garganta de tanto amor.
    Coisas que só a maternidade faz por você.
    Kisses

  2. Ai que delícia vc voltar a postar por aqui..a.credita que foi nesse blog que conheci vc? bjs

  3. Chorei lendo esse seu post…carregado de sentimento.
    Sabe que antes do Miguel nascer, eu jurava que ele ia dormir no berço desde o primeiro dia, quem disse que eu consegui?Dorme do meu ladinho desde sempre.
    Às vezes ele dorme bem por isso, não sei.

    Já estava querendo escrever sobre isso, agora vc me inspirou mais…

    Beijos

  4. Pri Tescaro

    Pietro também é assim… mas o colchão fica no quarto dele, é de casal e ele dorme todo largado quando está ao meu lado ou com o pai dele. Vai entender essa fase dos nossos meninos… essa dependência de mãe e filho/filho e mãe… enfim, somo felizes dessa jeito, fazer o que né?

    Beijos

  5. Regiana

    ícia e que saudades desse tempo em que dormem com a gente! Curte esse momento porque passa tão rapido que a gente nem percebe. E quanto a crescer frustrado que nada, a minha filha hoje com treze anos sempre dormiu comigo, morávamos numa casa tão pequena que não cabia berço, rs…, quando ela passou a ter seu cantinho ja tinha 4 aninhos ai como sofri, sentia falta do cheirinho dela perto de mim, ai quem não dormia era eu…hoje ela ja ta uma micinha e não tem nada de frustrada, eu continuo protegendo e se pudesse dormia sempre grudado, rs…apaesar dela ser agitada ao dormir e pela manhã eu amanhecer rocha de pontapés…kkkkk,, ser mãe é isso. bjsssssss

  6. Um mar de amor

    Que lindo esse Post! Parabéns e obrigada por dividir suas emoções!
    Beijokas,

    Gi & Lucca

  7. Michelle

    Ana!!
    Primeira vez que comento, mas sigo desde o barrigão.
    Linda, adoro teus posts. Vc é pura emoção, mamãe com M maiúsculo!! Parabéns!!
    Nega, olha só… Se joga! (Mais ainda) Pq os “bichinhos” crescem rápido e em breve ele estará falando “tau mamãe”. Tenho um pequeno de 2 anos e 2 meses e muitas vezes qdo eu quero ficar grudadinha com ele, ele delicadamente diz: “Uxença Mamanê!!”
    É assim mesmo, aproveita muito, muito, muito!!!
    Ahhh e qto a criar traumas num futuro, eu honestamente nunca vi alguém morrer, ou ter traumas pelo tanto que é ou foi amado!! E eu não tenho dúvidas que esse gatinho tem é amor de sobra!
    Manual do filho é o coração da mãe. Continue seguindo o seu que é lindo de se ver!
    Beijão!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s