Arquivo do mês: setembro 2009

O Amor de pai e a genuína felicidade

CIMG2852

Por Leonardo Climaco ( o pai do Vinícius e o amor da minha vida…rsrs)

Obviamente não poderia descrever a experiência prática do que é ser pai, uma vez que o meu filhote ainda se encontra no útero de sua linda mamãe, mas posso sim, descrever a experiência que é essa gratificante expectativa de sua chegada e o amor incondicional de pai.

Incrível como esse brotinho de gente, amado e com menos de 40 cm até o momento, já conseguiu sem muito esforço me tomar o atelier, que esta sendo, com muita alegria, transformado num lindo quarto de bebê e me jogou de escanteio para um cantinho qualquer da casa. Incrível como uma coisa que era de suma importância pra mim se torna algo dispensável e secundário. Minha prioridade agora é ele, ainda que ele mal saiba que eu exista e não tenha a menor noção do esforço que estamos fazedo para que sua chegada seja perfeita.

O exemplo do atelier é só uma pequena mostra de como esse novo integrante da família pode mudar os aspectos físicos do ambiente familiar sem arrastar um móvel sequer, porém, o mais intrigante é com certeza a mudança interna do futuro papai. De uma hora para outra começamos a nos questionar se a forma como fomos educados realmente foram eficientes e o que poderíamos fazer para criar o nosso filho lhe atribuindo à justa medida dos valores éticos e morais: Palmadas podem ser evitadas? E o tal cantinho da disciplina realmente funciona? Acabarei por descobrir na prática, junto com a mamãe, a todas essas perguntas.

Educar não é a única preocupação do futuro papai, planejo em segredo em que momento do dia eu lhe reservarei uma quantia generosa de tempo para brincadeiras e aprofundar nossa relação, estreitar nossos laços de confiança e rirmos juntos… Alias risos… Como sonho com esse sorriso largo e banguela! Será delicado e encantador como o da mamãe? Ou será meticulosamente planejado como o do papai?…Não importa, sendo de alegria, encherá o meu peito da mais genuína felicidade.

Anúncios

20 Comentários

Arquivado em Uncategorized

A gravidez pra mim ta sendo um momento de recolhimento, reflexão, autoconhecimento. É incrível como mudamos e  como muda o que encontra-se em nossa volta. Desde o primeiro dia que aquelas duas listrinhas rosa apareceram em minha frente e no exame de sangue surgiu a palavra “reagente”… Estou mudando.

Não falo somente da consciencia de  agora ter um bebê comigo, falo principalmente da presença de uma mãe. Deixei uma Ana despida e descalça, bem  ali no meio da sala e logo depois no meio de um hospital na frente de uma enfermeira desconhecida. Engraçado que na época a gente fica meio sem acreditar, a ficha só cai mesmo depois de um bom tempo e tenho certeza que não conseguiria pensar da mesma forma até os 4 meses de gestação.Aquela outra Ana que deixei naquele dia do descobrimento, ainda se escondia por trás das paredes brincando de esconde-esconde, mas já faz um bom tempo que ela tomou um outro caminho. Eu sei disso.

E estou em transição…é isso…nada mais que uma transição, como se estivesse dentro de uma bola de ar, estou suspensa.  Um terço dessa bola é o que ficou, outro terço é o que vem junto e a ultima parte é o que eu ainda vou descobrir quando escutar um chorinho em meus ouvidos.

Passo nove meses recolhida, só eu consigo entender que uma lágrima sem motivo aparente, de aflição ou de emoção, faz parte de um processo muito maior, talvez inimaginável pra cabeça de quem tenta entender. Passo nove meses refletindo sobre como serei mãe, como cuidarei de alguem que pra manter-se vivo dependerá da minha força e da minha dedicação.Passo nove meses tentando primeiro me conhecer pra depois de ter meu pequeno nos braços me apresentar como sua mãe e quem sabe, reconhecer que sempre estive ali, esperando por ele.

Eu sou outra pessoa em mim mesma, sou uma pessoa melhor.

12 Comentários

Arquivado em Uncategorized

Improviso, explosões e paixão

CIMG3220

Ai faz assim ó: Coloca os ingredientes acima no liquidificador e bate por mais ou menos uns 4 minutos. Tem que ser esse tempão sim viu?? Depois prossegue normalmente, com a velha colher de pau, o chocolate em pó e pra quem quiser, uma colherzinha de manteiga. Fica tão parecido que nunca mais haverá problemas se faltar leite condensado na dispensa.

*** Ele mexe tanto, ele mexe tanto, mexe tanto…parece fogos de artificio na minha barriga, explodindo chutinhos!

*** É bom renovar, é bom beijar na praia com boca salgada, é bom um quarto luminoso, é bom o celular não tocar a mais de um mês, é bom saber que mesmo longe tem gente por perto, é bom saber que as folhas da árvore em  frente a minha janela estão tão verdinhas que os olhos se fecham da luz que reluz…

*** Paixão: Quando apesar da placa “perigo” o desejo vai e entra (Adriana Falcão). E é se esquecendo das datas que a gente não acredita que paixão só dure 3 anos e continuamos sem enxergar  a placa.

5 Comentários

Arquivado em DOCE VIDA SABOR PITANGA

Fiz um novo blog!!!

Mas aqui continua heim?

“A casa que a minha vó queria”. Passem por lá povinho do bem. Tem a mesma proposta do antigão Prendadas…Casinha, decoração, faça você mesmo e muitas frutiquices.

Sem título

To em falta com as minhas visitas, farei todas no final de semana, prometo!

O Vinícius anda se mexendo taaaaaaanto, a noite ele não para quieto, coisa linda…

8 Comentários

Arquivado em Uncategorized

Meninos…

Já vi em vários lugares esse texto, mas só hoje, encontrei ele completo e com o nome do autor. Acho que vocês já devem conhecer, é lindo e me faz chorar TODAS as vezes que leio.

tumblr_kpeajpXJoX1qzj00ko1_500

O que é um menino?
Alan Beck

Entre a inocência da infância e a compostura da maturidade há uma deliciosa criatura chamada menino. Embora se apresentem em tamanhos, pesos e cores sortidos, todos os meninos tem o mesmo credo: aproveitar cada segundo de cada minuto de todas as horas de todos os dias e protestar ruidosamente – o barulho é sua única arma – quando seu último minuto é decretado e os adultos o empacotam e metem na cama.

Meninos são encontrados em todas as partes: em cima de, embaixo de, subindo em, balançando-se no, correndo em volta de, pulando para. As mães os adoram, as meninas os odeiam, irmãos e irmãs mais velhos os suportam, adultos os ignoram, o céu os protege. Um menino é a Verdade com o rosto sujo, a Beleza com um corte no dedo, a Sabedoria com um chiclete no cabelo, a Esperança do futuro com uma rã no bolso.

Quando você está ocupado, um menino é um conversa-fiada, intrometido e amolante. Quando você deseja que ele cause boa impressão, seu cérebro vira geléia, ou ele se transforma em uma criatura sádica e selvagem empenhada em desmontar o mundo ao seu redor.

Um menino é um híbrido : o apetite de um cavalo, a disposição de um engole-espadas, a energia de uma bomba atômica de bolso, a curiosidade de um gato, os pulmões de um ditador, a imaginação de um Júlio Verne, o retraimento de uma violeta, o entusiasmo de um bombeiro e quando se mete a fazer alguma coisa é como se tivesse cinco polegares em cada mão.

Gosta de sorvete, canivetes, serrotes, pedaços de pau, água (no seu habitat natural), bichos grandes, Papai, sábados, domingos e feriados, mangueiras de água. Não é partidário de catecismo, escolas, livros sem figuras, lições de música, colarinhos, barbeiros, meninas, agasalhos, adultos e ” hora de dormir”. Ninguém se levanta tão cedo, nem chega tão tarde para o jantar. Ninguém se diverte tanto com árvores, cachorros e mosquitos. Ninguém é capaz de meter num único bolso um canivete enferrujado, uma maçã comida pela metade, um metro e meio de barbante, um saco de matéria plástica, duas pastilhas de chiclete, três notas de um Real, um estilingue e um fragmento de “substância ignorada”.

Um menino é uma criatura mágica: você pode mantê-lo fora de seu escritório, mas não pode expulsá-lo de seu coração. Pode pô-lo para fora da sala de visitas mas não pode tirá-lo de sua mente. Queira ou não, ele é o seu captor, seu carcereiro, seu dono, seu patrão, uma cara sarapintado, um nanico, um mata-gatos, um pacote de encrencas. Mas quando à noite você chega em casa, com suas esperanças e seus sonhos reduzidos a pedaços, ele possui a magia de soldá-los em um segundo, pronunciando duas palavras somente: “Oi, papai”…

Marido falou que esse final de semana fará uma postagem falando sobre a “experiência” dele com a minha gravidez. Virão mais lágrimas por ai…de muita emoção e amor.

9 Comentários

Arquivado em DOCE VIDA SABOR PITANGA

Vinícius acordando com mexidinhas preguiçosas…

A imagem não tá lá essas coisas, a barriga tá cheia de bolinhas de calor (consequência de um dia inteiro no Saara) e o bebê tá numa preguiça só…Ele já faz essas coisas de criança sabe? Quando você pede que ele faça show pra filmar e te deixar “toda toda”  ele não faz, quando você desliga a câmera o menino começa a dançar frevo.

Ainda vou pegar ele no flagra, mexendo bem direitinho…

13 Comentários

Arquivado em Uncategorized

Barriga, inesperado e homem bom.

Como fica difícil dormir, sono existe, o que falta e amarrá-lo ou encontrar uma posição pra ele se aconchegar, parece que agora pisca um alerta de que os meses de glória já passaram. Olhe minha gente, vou repetir uma coisa bastante batida: Nem sempre o esperado é o que realmente vai acontecer, pode acontecer uma coisa pior ou melhor…mas pode acontecer também o “mais ou menos”, que fique claro daqui pra frente. Estou tomada por uma mente criativa, não é pra escrever (já deu pra notar), e sim pra transformar o que não é nada em alguma coisa. Eu tenho um homem bom, um companheiro bom, um amante bom. Ser cachorro e morar em apartamento, não deve ser legal, mesmo com todo o carinho do mundo.

3 Comentários

Arquivado em O CAROÇO PROPRIAMENTE DITO